A Carta do Diabo : Pessoas falsas, traição!

11/3/2016

 

Infelizmente, na vida, pelo menos uma vez iremos nos deparar com alguém que faz esse estilo duas caras; pessoa ardilosa, mentirosa, interesseira e os adjetivos vão longe para definir esse tipo de caráter, que em minha opinião, é um dos mais detestáveis.

 

Pessoas assim podem cruzar seu caminho nas mais diversas áreas da vida: no trabalho, na amizade, no amor, na vida familiar... sinceramente não saberia definir em qual área seria pior de se deparar com esse tipo, acho que seja lá em qual for, um prejuízo vai causar porque não tem como uma pessoa falsa passar pela vida da gente e não causar se quer nenhum estrago. Por mais que sejamos discretos e tentemos nos prevenir, haverá sempre um momento em nós em que a ingenuidade ou a fé inocente, nos colocará vulneráveis.

 

Essas pessoas querem entrar nas nossas vidas, fazer parte do nosso dia-a-dia e nos fazer pensar que sempre agem de boa fé, quando na realidade existe algo sinistro e mal intencionado por trás, essas pessoas no tarô são representadas pela carta do Diabo. Muitas vezes nosso coração otimista acredita e assim como o Louco do tarô, nos permitirmos embarcar nessa viagem às cegas, apenas na fé de que o bem existe e nada de ruim poderá acontecer, mas o Louco, por ter uma essência pura, sempre é protegido por seu cão que o alerta dos perigos, o Louco então não se fere, mas vai perdendo ao longo de sua jornada a fé nas pessoas,  vai perdendo a inocência tão bela que o deixa descontraído e com isso o Louco amadurece e vai deixando de ser tão tolo, tão otimista e tão cheio de fé e se torna o Mago, um ser dotado de artimanhas, ferramentas e de uma malícia sábia!

 

A verdade é que quando descobrimos que uma pessoa agiu conosco de má fé, que de algum modo nos traiu, a sensação que fica é de quebra. Se rompe drasticamente um elo e no local daquele vazio deixado pelo rompimento, fica a decepção, a frustração, a falta de confiança e muitas vezes a ira e penso que não tem jeito de refazer esse elo, por mais que a pessoa se esforce, nunca mais vai voltar a ser como antes. Uma vez que se quebre a confiança ela não pode mais ser atada, o máximo que pode acontecer é da rachadura ficar menos extensa, mas mesmo assim a marca dessa quebra permanecerá.

 

Então como agir? Numa amizade, dá para voltar a serem amigos? Ah... Duvi-d-o-dó! Creio que amizade nunca mais, se fosse comigo, ascendente em áries como sou e regida pela carta da Justiça no tarô, eu cortaria essa pessoa em definitivo da minha vida e mesmo que tivesse que conviver com a criatura, iria ser pura e simplesmente no automático, essa pessoa teria de mim apenas um comportamento robótico e limitado, se fosse no amor então, aí seria ainda mais radical, fim definitivo, sem perdão, sem direito a retórica, condenação e punição no ato!

 

Cada um de acordo com sua essência vai lidar de formas diferentes, mas mesmo que haja perdão, mesmo que o amor fale mais alto, ainda assim a marca da traição vai estar lá, avisando para ter cautela, para não confiar tanto, para manter os olhos bem abertos porque a qualquer momento Diabo pode despertar denovo...

É realmente muito difícil voltar a confiar, pois o incômodo da incerteza estará o tempo todo ali piscando dentro da mente, nos deixando inseguros e com o insuportável medo de sermos traídos mais uma vez.

A verdade é que existem pessoas em que se pode confiar e as que não se pode e precisamos aprender a separar o joio do trigo se quisermos viver bem, não dá para se iludir acreditando que todo mundo é bonzinho.

 

É difícil ter o discernimento de saber o que é certo ou não de fazer numa situação dessas, é aí que o tarô surge como grande aliado para desvendar mistérios e tirar máscaras. Por meio das cartas é possível saber as reais intenções de alguém, se essa pessoa tem ou não possibilidades de se redimir, melhorar, se vale ou não a pena dar uma nova chance.

 

Agir às cegas, era coisa para o Louco, que sempre enxergava o melhor, mas depois das frustrações da vida o Louco ganhou a consciência que o faz refletir, duvidar e se precaver!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

Posts Recentes

March 22, 2019

March 13, 2019

December 18, 2018

Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square