Você sabe lidar com conflitos?


Não é fácil estar na paz e conseguir mantê-la em nossas vidas por muito tempo, não é verdade? A vida constantemente nos coloca obstáculos e dificuldades que fazem com que percamos o equilíbrio, entrando facilmente num estado de estresse, irritação e confusão, o que torna a vida complicada em todas as áreas, levando desequilíbrio nas relações e pior ainda, desarmonia consigo próprio.

Quanto mais olhamos para o problema, mais alimentamos as negatividades que crescem em nosso sistema energético e consequentemente se estendem para o sistema físíco.

É, de de fato, complicado tirar o foco das dificuldades, mas é necessário esse exercício se o que deseja é encontrar alguma paz de espírito, pois dificilmente encontrará uma solução se estiver num padrão desequilibrado de emoções, geralmente as respostas surgem quando a mente relaxa e os sentimentos se tornam mais brandos.

Eis um simples questonário para prática de exercício:

1. O problema existe, é real? Ou será que existe apenas dentro da sua mente? Para fazer esse exercício aconselho que faça uma lista com duas colunas, numa coloque suas sensações, ou seja, tudo aquilo que você sente e na outra descreva os fatos, acontecimentos reais que levaram você a crer no problema. Se a coluna de sensações for maior que a de fatos, já é indício de que você está se baseando mais nas armadilhas das mente e das emoções do que na realidade.

2. Se constatar que tudo está apenas em sua mente, ufaaa, nada é assim tão sério quanto você acreditava, né? Então tente relaxar, você pode ter feito uma tempestade em copo dágua e agora é momento de se concentrar no que é realidade e não nas armadilhas da mente.

3. Se a coluna dos fatos for a maior e mais marcante e conscientizar-se de de que é real, tem algo que pode fazer agora para resolver a questão? Se sim, aja de forma a promover em si um bem estar e a certeza de que está agindo para o seu melhor, se não, tente encontrar soluções à medio ou longo prazo, planeje algo para que possa ir trabalhando na resolução do problema tão logo seja possível.

Uma cliente minha acreditava que seu esposo a estava traindo, vivia num tormento mental e sua insegurança e ciúme estavam o afastando dela, ela fez o exercício de criar uma lista com os acontecimentos reais que a faziam acreditar na traição:

Coluna dos fatos:

- Ele chega mais tarde todos os dias.

- Ele está evitando a minha presença.

- Ele anda muito irritado comigo.

- Ele não é mais carinhoso.

- Ele disse que está se sentindo sufocado.

Coluna das sensações:

- Me sinto rejeitada.

- Não consigo confiar nele.

- Me sinto desinteressante.

- Tenho medo dele me deixar.

- Sinto raiva constantemente.

- Tenho a sensação de estar sendo enganada.

Diante desta lista eu perguntei a ela onde ali ela via uma traição, a sua primeira resposta automática foi: em todos os ítens! Perguntei novamente, ítem por ítem, fazendo ela olhar para o que escreveu e interpretar o que escreveu e quando ela fez esse exercício de realmente olhar para aqueles ítens, ela se deu conta que nenhum deles se tratava de algum acontecimento que mostrasse ou provasse uma traição e que na verdade ela estava jogando em cima de cada um desses ítens, todos os seus medos e traumas, que estavam na sua mente, chegando a conclusão de que tudo aquilo que ela sentia não possuía nenhuma base real, era tudo fruto da sua mente, seus fantasmas, sendo assim um importante primeiro passo foi dado para criar uma sensação de paz.

É sempre preciso ter cuidado de não deixar a carruagem das emoções tomar a frente das situações, pois os sentimentos confundem e desta forma não se consegue chegar a uma conclusão sensata.

As dicas aqui dadas fazem parte do processo terapêutico que utilizo em minhas consultas, fazendo com que a pessoa comece a entender e separar melhor as emoções da realidade.

#conflitos #tarição #traição #resoluçãodeconflitos #terapiabreve

34 visualizações
  • Facebook Clean
  • Google+ Clean
  • White YouTube Icon